GNR Fans - Guns N' Roses Fan Site: Setembro 2014 GNR Fans - Guns N' Roses Fan Site: Setembro 2014

terça-feira, 30 de setembro de 2014

Guns N' Roses planeja turnê em 2015, diz Dj Ashba


Em recente entrevista ao site legendaryrockinterviews.com, Dj Ashba falou sobre os planos de turnê do Guns N’ Roses e gravação de novas músicas, além de seu trabalho com o Sixx: A.M.

Confira, abaixo, ao trecho da entrevista onde Ashba fala sobre o GN’R:

Entrevistador: O Guns N’ Roses tem algum plano de sair em turnê ou gravar material em 2015?

Ashba: "Estamos pensando em fazer uma turnê no próximo ano. O foco é entrarmos em um estúdio e montarmos o que todos nós sentimos ser a melhor gravação do Guns N’ Roses. A falta de material não é um problema. Temos toneladas de material. Axl tem dois álbuns completos que ele gravou. Ele colocou um monte de músicas para ouvirmos, são incríveis! Eu mal posso esperar para entrar e mergulhar de cabeça nesse material. Eu tenho escrito toneladas de canções e fiz demos de um monte de coisas. Eu acho que é apenas uma questão de iniciar e peneirar as pilhas de material."

A entrevista completa pode ser lista neste link (em inglês).

Fonte: gunsnrosesbrasil.com

Slash: 'World On Fire' no Top 10 em nove países


“World On Fire”, o terceiro álbum solo de Slash, vendeu cerca de 29.000 cópias em sua primeira semana de vendas nos EUA, chegando na posição nº 10 da Billboard 200. O CD chegou às lojas em 16 de setembro pelo selo do próprio guitarrista, o Dik Hayd International e foi distribuído pela Roadrunner Records.

Posições da primeira semana em outros países.

Suíça: #1
Austrália: #2
Alemanha: #2
Irlanda: #2
Japão: #3
Finlândia: #3
Áustria: #5
Reino Unido: #7
EUA: #10

Este é o segundo álbum do ex-GNR a trazer a banda Myles Kennedy & The Conspirators, o sucessor de “Apocalyptic Love”, de 2012, que vendeu 38.000 cópias em sua primeira semana nos EUA, estreando na posição 4 da Billboard 200.



Fonte: whiplash.net

terça-feira, 23 de setembro de 2014

Sixx: A.M. planeja primeira turne mundial


James Michael, vocalista do SIXX: A.M, disse em recente entrevista à Lithium Magazine, que a banda está "planejando uma grande turnê" para divulgar o terceiro álbum do grupo, "Modern Vintage". O novo trabalho chega às lojas no dia 07 de outubro pela Eleven Seven Music.

"É um momento muito emocionante para nós. O Mötley Crüe está fazendo sua última turnê e muitas portas se abrirão. Estamos muito animados de podermos colocar o SIXX: A.M na vanguarda de todas as nossas vidas. Com os dois primeiros discos não tínhamos certeza se éramos uma banda. E agora estamos tão animados com este novo álbum e de como será o nosso futuro - nós realmente achamos que o céu é o limite. Estamos planejando uma grande turnê agora, e tudo parece que está acontecendo no momento certo".

O Sixx: A.M. é formado pelo baixista Nikki Sixx (Mötley Crüe), o guitarrista DJ Ashba (Guns N' Roses) e o vocalista James Michael.

 Fonte: whiplash

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Guns N' Roses: a revista que mostrava Slash atirando em Axl Rose


Em 1992, uma revista em quadrinhos contando a história do Guns N' Roses foi lançada e já nas primeiras páginas, perguntava "Quem é Axl ?". Como você pode conferir na imagem acima, trazia respostas como babaca, racista, maconheiro, psicopata, gênio, e até mesmo, citando-o como o novo Jim Morrison.

A publicação seguia contando os primórdios da banda, dando detalhes da participação de cada integrante, mas mantendo sempre o foco nas brigas e arruaças que o grupo provocava, caracterizando-os como legítimos bad boys. Quem não se lembra do aparelho de telefone que Axl atirou pela janela do hotel direto nas cabeças dos seus fãs em sua primeira passagem pelo Brasil?


Nem o desentendimento que Axl teve com David Bowie por causa de Erin Everly e a garrafada que deu na cabeça de uma vizinha que reclamava constantemente do barulho foram esquecidos. Vale lembrar que esse episódio acabou inspirando a canção “Right Next Door To Hell”.


Na página seguinte, aparecia Slash dando um tiro fatal em Axl Rose, e a legenda dizia se tratar de uma reprodução sobre um boato ocorrido em 1989. Você se lembra?


Para terminar o festival de bizarrices, veja a arte empregada na tradução da canção “Sweet Child O’ Mine”. Preciso dizer mais alguma coisa?


Hoje em dia essa revista é considerada artigo raro para colecionadores, principalmente para os fãs mais ardorosos da banda, e se por acaso você tiver um exemplar dela em casa, saiba que ela pode ser vendida por bem mais do que os Cr$ 800,00 (oitocentos cruzeiros) da época.


Fonte: whiplash

Slash não tem ideia do que se trata o clipe de "November Rain"


Em recente entrevista ao HuffPost Live, o guitarrista Slash revelou que não faz ideia sobre do que se trata o clipe de "November Rain", hit de 1992 do Guns N' Roses.

“Quer saber? Para falar a verdade, eu não tenho ideia”, respondeu Slash quando foi perguntando sobre o significado do clipe (vídeo abaixo). “Bem, era um conceito. A própria música é bem autoexplicativa, mas o vídeo é bem complexo. E eu lembro quando Axl [Rose, vocalista do GN'R], estava compondo ela, simplesmente se tornou... Era tão épica, era como um filme. E eu não sou bom em vídeos e em fazer vídeos, especialmente, só apareci para minhas cenas. Eu escrevia minha própria cena e indicava o que eu queria fazer em minhas partes. Eu nunca prestei atenção ao resto da produção. Então, ao fim do dia, eu nunca soube realmente... Eu sabia que havia um casamento em algum lugar, e eu não estava curtindo o conceito do casamento.”

Slash adicionou que até torceu o nariz para a ideia do casamento, porque “não parecia como algo que eu faria.”



Fonte: whiplash.net

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Slash diz ter orgulho de ter participado de 'Appetite For Destruction'


A jornalista e musicista Barbara Caserta, da web-radio italiana LineaRock.it, conduziu recentemente uma entrevista com o guitarrista Slash. Confira abaixo um trecho.

Falando sobre o enorme sucesso comercial do álbum de estreia do Guns N' Roses, "Appetite For Destruction": "Tenho muito orgulho de ter participado de um disco que teve esse tipo de impacto, mas se você tivesse me dito naquela época que isso é o que aconteceria, eu nunca teria acreditado. Era só um disco feito por cinco caras, e olhando para trás, houve algo em tudo isso que tocou as pessoas de certo modo. Éramos uma banda de rua, mas com uma visão de mundo muito ingênua. Era uma crítica social, mas não sobre o mundo em geral, e sim uma angústia interna que os adolescentes realmente se identificaram. E foi lançado com o tipo de impacto que realmente teve um grande efeito sobre as pessoas. Appetite For Destruction é a combinação de emoções, energia e todas essas coisas que realmente não podem ser repetidas. Foi algo daquele momento. Me lembro quando o disco ficou pronto, pensei que seríamos uma banda cult muito legal. [Risos] "


quinta-feira, 4 de setembro de 2014

Carreira solo é o principal foco de Bumblefoot


Confira abaixo a entrevista exclusiva que o guitarrista do Guns N' Roses, Ron ‘Bumblefoot’ Thal, concedeu ao Jornal Gazeta do Oeste. Ron também é produtor, e guitarrista nos projetos, A.L.I.V.E! (banda tributo ao KISS), Tony Harnell e da banda Blowout (composta por Chris Pitman e Frank Ferrer do GN'R).

Pedro Gianelli: Ron, você realmente tem uma carreira solo incrível, mas não vemos um disco solo há um longo tempo. Mas podemos ver você sempre com músicas novas, mas não seria tempo para um álbum completo?
Ron ‘Bumblefoot’ Thal: Muito obrigado! Sim, faz muito tempo que não lanço um disco. Eu lancei uma série de músicas digitais por mês em 2011, com faixas de apoio, transcrições e mix stems (disponível em: www.bumblefoot.com/store.php), mas antes disso, tiveram o disco ‘Abnormal’ e um EP acústico, chamado ‘Barefoot’, ambos em 2008. Desde então, eu produzi alguns álbuns, fiz algumas participações, algumas trilhas para filmes, mas agora estou limpando a minha agenda e podem ter certeza, vou terminar um novo disco nos próximos 2 meses.

Pedro Gianelli: Recentemente, você participou da banda tributo ao KISS, A.L.I.V.E! Você ainda tem planos para continuar neste projeto?
Ron ‘Bumblefoot’ Thal: Foi muito divertido fazer parte deste projeto! Isto começou quando o baterista, Brian Tichy, o baixista, Rex Brown, o guitarrista, Mark Zavon e eu gravamos algumas faixas para o ‘A World Without Heroes’ (disponível em:  http://itunes.apple.com/album/world-heroes-kiss-tribute/id716859684), que é um disco tributo ao KISS, feito pelo jornalista de rock, Mitch Lafon, para arrecadar dinheiro para um hospício de pessoas com câncer. Nós gravamos as canções: ‘Detroit Rock City’ e ‘Larger Than Life’, fizemos alguns shows juntos, chamando-nos de A.L.I.V.E! (referência ao grande disco ao vivo do KISS, ‘Alive!’) e tocando algumas músicas dos discos ‘Alive!’ e ‘Alive II’. Todos nós estamos conversando sobre fazer isto de novo, só vamos esperar até que nossas agendas estejam abertas para que possamos estar no mesmo lugar ao mesmo tempo, será ótimo!

Pedro Gianelli: Você é um homem de 1000 projetos! Mas o que Bumblefoot anda fazendo agora?
Ron ‘Bumblefoot’ Thal: Meu foco principal neste momento é o meu disco solo, devo terminar de escrever algumas músicas e gravá-lo. Mas estou experimentando a vida em tudo, desde seus ramos iluminados até as mais escuras raízes, assistindo velhos filmes que acendem novas ideias, acordando no meio da noite com letras para escrever, sou o passageiro e estou deixando o fluxo criativo fazer a minha condução.

Pedro Gianelli: Como está a sua relação com Tony Harnell e o Blowout?
Ron ‘Bumblefoot’ Thal: Tony é incrível! Fizemos alguns shows acústicos e lançamos um álbum acústico ano passado (disponível em: http://www.cdbaby.com/cd/tonyharnellthewildflower). Agora ele está em turnê com a sua banda, ‘TNT’, e está detonando como sempre faz. Blowout foi uma criação de Chris Pitman (tecladista do Guns n’ Roses), é uma banda de música eletrônica, com Frank Ferrer (Guns n’ Roses) na bateria, e eu na guitarra. Fizemos um show em Florianópolis-SC ano passado, foi incrível cara! Mas não sei se vamos continuar com este projeto. Mas amo tocar com esses caras!

Pedro Gianelli: E como foi sua entrada no Guns n’ Roses? É verdade que foi uma indicação de Joe Satriani?
Ron ‘Bumblefoot’ Thal: Sim, foi no verão de 2004. Axl perguntou para Joe sobre algum guitarrista, e ele me indicou, logo depois me mandou um e-mail.

Pedro Gianelli: E alguma chance de vir ao Brasil em breve? Com o GN’R, Tony Harnell, A.L.I.V.E! ou com sua carreira solo?
Ron ‘Bumblefoot’ Thal: Eu adoraria! Espero que no próximo ano, depois que meu álbum for lançado, eu adoraria fazer alguns shows no Brasil. E alguns workshops, cara é muito divertido! Muito interativo e muito pessoal, eu amo isto!

Fonte: #VamosMusicalizar