Entrevista com Ron “Bumblefoot” Thal | GNR Fans - Guns N' Roses Fan Site GNR Fans - Guns N' Roses Fan Site: Entrevista com Ron “Bumblefoot” Thal

quarta-feira, 3 de abril de 2013

Entrevista com Ron “Bumblefoot” Thal


Confira abaixo a entrevista que Leonardo Caprara, do site Música e Cinema, fez com Ron “Bumblefoot” Thal.


Leonardo Caprara: Ron, quais suas expectativas para este ano, planeja algo solo?
Bumblefoot: GNR tem alguns shows marcados nos EUA e eu vou fazer shows mais acústicos com Tony Harnell – nosso álbum será liberado em breve. Chris Pitman, Frank Ferrer e eu temos uma banda chamada “Blowout”, tocamos música eletrônica misturada com rock clássico, guitarra ao vivo e tambores. Eu gostaria de fazer mais workshops de guitarra, e gostaria de fazer alguma música nova instrumental.

Leonardo Caprara: Com o Guns N’ Roses, qual o planejamento para o ano?
Bumblefoot: GNR tem alguns shows marcados nos EUA. É o que temos confirmado até agora.

Leonardo Caprara: Qual a emoção de entrar no Guns N’ Roses?
Bumblefoot: Foram circunstâncias estranhas. Muito estranhas. Mas o sentimento foi normal, fazendo o que eu amo.

Leonardo Caprara: Como foi o convite para entrar na banda e quem o fez?
Bumblefoot: Foi em 2004, quando começamos a conversar, mas somente em 2006 que a GNR teve uma turnê e estava pronto para seguir em frente.

Leonardo Caprara: Porque qual motivo você acha que alguns fãs não aceitam o Chinese Democracy?
Bumblefoot: Não dá para agradar a todos.

Leonardo Caprara: Sei que essa pergunta já se torna repetitiva, mas existe possibilidade de um novo álbum? Se sim, a sonoridade será semelhante ao Chinese Democracy ou qualquer outro álbum da banda?
Bumblefoot: Qualquer coisa é possível. Estou pronto a qualquer momento.

Leonardo Caprara: Quando começou sua carreira, esperava chegar ao patamar que chegou?
Bumblefoot: Eu tinha 6 anos de idade, eu ouvi o KISS Alive! Álbum. Quando eu tinha 5 anos, imediatamente soube que queria ser músico. Logo depois que eu comecei a estudar música e aprender a tocar guitarra, escrever músicas, tinha uma banda, fazendo shows, fazendo demos, e nunca mais parou …

Leonardo Caprara: Quais suas maiores influencias musicais?
Bumblefoot: Rock clássico, Rock anos 60, punk, old-school metal, rock progressivo… ahhh posso fazer uma lista com 1000 bandas… também gosto de jazz, música clássica e muitos outros estilos de diferentes partes do mundo.

Leonardo Caprara: Cite 3 guitarristas e 3 vocalistas que gosta:
Bumblefoot: Guitarristas – Eddie Van Halen, Jimi Hendrix, Brian May.  Vocalistas - Eric Adams (Manowar), Tony Harnell (TNT), Rob Halford (Judas Priest).
Leonardo Caprara: Quando não está no palco o que gosta de fazer?
Bumblefoot: Quando não estou no palco, estou no estúdio, criando… é o que mais gosto de fazer.

Leonardo Caprara: quão gratificante é estar ativo na internet (redes sociais) e ver a admiração dos fãs e ter a interação dos mesmos?
Bumblefoot:  É divertido! Eu gostaria de ter conversado com os membros das minhas bandas favoritas quando era criança. A gente vive em bons tempos.

Leonardo Caprara: Além de você e Axl, quem mais compõe dentro do grupo?
Bumblefoot: Todos na banda compõem. E são bons.

Leonardo Caprara: Como é a convivência de dia a dia com Axl Rose?
Bumblefoot: É boa, muitas piadas e “zoera”

Leonardo Caprara: Muitas pessoas falam que a banda tem um ambiente de desunião, já outras falam em um grupo unido, então deixe um parecer de como é a interação e união do grupo e seus integrantes nas longas turnês?
Bumblefoot: Pessoas que sabem pouco costumam ser as que têm opinião mais fortes. Todos os membros da banda são muito chegados, como poderia não ser?

Leonardo Caprara: Quais as músicas que você mais gosta de tocar?
Bumblefoot: Rock e metal, claro. Mas também acústico, jazz, funk, diferentes tipos de músicas étnicas.

Leonardo Caprara: Existe alguma música de Axl Rose que você gostaria de executar em algum show e ainda não teve a oportunidade?
Bumblefoot: Eu gosto de músicas rápidas, como Perfect Crime, gostaria de tocar essa. Não me importaria de tocar Scraped & Shackler’s nos shows também.

Leonardo Caprara: Qual a influencia que o Guns N’ Roses tem em sua carreira solo?
Bumblefoot:  É como tentar fazer malabarismo em uma fuga de montanha-russa (risos). Fazer minha própria música, meus próprios shows, ensinar, produzir, escrever para TV e filmes, ser convidado para tocar com outros, caridade… Tem sido um desafio difícil fazer tudo.

Leonardo Caprara: Pretende em algum momento dar mais importância a seus trabalhos solos?
Bumblefoot: Se tiver tempo, sim. Tempo é uma coisa que não tenho tempo suficiente.

Leonardo Caprara: O que você acha dos shows no Brasil e do público brasileiro?
Bumblefoot: Algumas das multidões mais amorosas que você sempre verá … Foi ótimo voltar ao Brasil em fevereiro com Blowout, tivemos um tempo fantástico em Florianópolis! Espero que possamos fazer mais shows em todo Brasil

Leonardo Caprara: Existe a possibilidade de mais shows no Brasil em breve?
Bumblefoot: Qualquer coisa é possível, veremos o que ocorre.

Leonardo Caprara: Você é muito simpático com os fãs, sai de hotel, conversa com eles, faz shows até mesmo em calçadas só para agradá-los, essa paixão que eles passam a você é quão gratificante?
Bumblefoot: Conexão é tudo

Leonardo Caprara: Para finalizar, deixe um recado aos leitores do Música e Cinema:
Bumblefoot: Muito obrigado pelo seu tempo, por ler isto. Espero vê-los todos vocês em breve! Com GNR, Blowout, Tony Harnell ou show solo. Amo vocês!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário