Bumblefoot: "O Guns N' Roses é uma grande família" | GNR Fans - Guns N' Roses Fan Site GNR Fans - Guns N' Roses Fan Site: Bumblefoot: "O Guns N' Roses é uma grande família"

terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Bumblefoot: "O Guns N' Roses é uma grande família"



John Parks, do Legendary Rock Interviews, postou uma entrevista com o guitarrista do Guns N' Roses, Ron “Bumblefoot” Thal. Segue um trecho.

Você lançou 8 álbuns antes de entrar no GN’R e entrou no radar de várias pessoas e fanáticos da guitarra, mas várias pessoas conheceram seu trabalho como guitarrista do GUNS, descobrindo seu passado e atual trabalho solo pela banda. Axl (Rose) parece ser bem aberto a você continuar a trabalhar em suas próprias ideias criativas, o que é o sonho de todo músico. Esta oportunidade é o melhor de dois mundos como um artista?

“Cada um tem algo que falta no outro. Eu amo criar mais do que qualquer coisa, e preciso compor, gravar, co-escrever, produzir... com minha música solo eu consigo fazer tudo isto e me expressar completamente. O GN’R é uma grande família. Eu amo eles e as experiências e pessoas que eles trouxeram para minha vida, e ter os dois é de fato o melhor de dois mundos. Eu não quero que nenhum dos mundos seja algo que não é, e aceito ambos como são, com abertura para deixá-los crescer em qualquer direção que eles queiram. E isso é bom.”

Eu li uma ótima entrevista na qual você falou que teve um período de “se acostumar” com o GN’R, e você teve que aprender o material nos vôos e ensaios, porque você não tinha uma cópia prévia de Chinese Democracy. Os outros caras da banda foram bem prestativos durante este período de ajuste e você se sentiu livre para usar seu próprio estilo e interpretar as músicas de sua própria maneira?

“No começo eu estava sozinho. Fizemos turnês por um ano, fizemos uma pausa, ‘Chinese Democracy’ foi lançado e logo após nós já estávamos ensaiando, organizando nosso som e realmente curtindo tocar juntos. Além disso, ninguém me disse como tocar, sempre tocamos as músicas como sentimos ser certo e todos estão bem com isso. Todos fomos trazidos à banda pela forma que tocamos e por quem somos, a última coisa que queremos é destruir isso.”



Fonte: whiplash  

Nenhum comentário:

Postar um comentário